Sexta-feira, 27 de Maio de 2011

Repolhos

 

Desde já digo que não sou a favor de culturas geneticamente modificadas. Quando cultivei estes repolhos híbridos foi com o intuito de ver qual é a diferença no cultivo destes. Agora já posso fazer algumas comparações e posso dizer que fiquei espantado com o resultado. Na sementeira todas as sementes nasceram, estes foram os primeiros que plantei, um mês depois plantei outros do mesmo lote e ainda ofereci mais tarde um mês, outros a um amigo. Que me disse que pouco tempo após os plantar reparou que mudaram de um verde rosa, para um verde escuro isto no espaço de dois ou três dias se tanto. Desenvolvem-se muito rápido e não há plantas que espigam, como é comum em todos os tipos de couves e mesmo dois meses depois de ter plantado estas as plantas, as restantes que lá ficaram na caixa de esferovite, com pouca terra, pouco espaço e poucos nutrientes. Mal se apanharam em terra fértil e com espaço começaram a crescer como se tivessem sido semeadas há pouco tempo. Estas da imagem uma semana depois desta foto, já estão completamente formadas e algumas já foram sopa e boa... 

tags:
publicado por diariodahorta às 00:23

link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Rechena a 27 de Maio de 2011 às 08:01
Realmente sao uns repolhos com um aspecto delicioso. Nos não tivemos muita sorte com couves e afiliados por motivos de "lagartas" :(

Enfim, queria apenas alertar para um facto que me preocupa e muito, que é coisas geneticamente modificadas, ja viu o filme Food, Inc? So um aparte, isso de as couves não espigarem é única e exclusivamente devido aos fabricantes quererem que continue a comprar sementes deles e nunca guardar as suas próprias sementes.

Um abraço e bom cultivo.

ps: já agora como lidou com o factor lagartas nas couves?

Ab
Rechena
De diariodahorta a 27 de Maio de 2011 às 23:34
Eu aplico o mínimo de químicos que posso e tento usar outras formas para evitar o uso destes. Mas não deixo que se perca a cultura, só para os não usar. Um simples repolho comprado numa grande superfície , é tratado com cerca de 12 químicos diferentes durante o seu crescimento. eu uso um para o míldio e outro para a lagarta e piolho e uma ou duas vezes cada um. Se o tempo for bom só uso esterco e algum adubo.
A historia dos repolhos , foi que um dia estava a comprar sementes e chegou lá um velhote, que devia ser emigrante e pediu sementes híbridas O vendedor disse que não tinha por serem caras e o senhor disse que só queria daquelas porque queria ter a certeza de que iria ter sorte na colheita. Eu fiquei com curiosidade e quis saber se era verdade, mas defendo as boas e velhas sementes. Mas compreendo que quem for agricultor a sério e viva disso não possa estar á mercê de sementes que podem falhar.
Para a lagarta uso o corsário ou décis.
Votos de boas culturas.
De Joaobel2011 a 28 de Maio de 2011 às 15:04
Caro amigo.
Só para o caso de estar a fazer confusão, hibridas não são geneticamente modificadas mas sim melhoradas por cruzamento e selecção.
um abraço e boas culturas.
De silvia lima a 6 de Junho de 2011 às 13:03
Ricos repolhos!Eu não sou a favor nem contra os hibridos, se eu fosse uma agricultora como diz e bem, para salvar a minha família e o ano de agriculturas secalhar teria de recorrer a essas sementes, senão os espanhois abafavam-nos num instante, porque a política agraria deles é-lhes favorável e a nossa não, gostei que tivesse postado aqui a sua experiencia com estas sementes.
O mais importante para mim é mesmo não usar químicos que prejudiquem a natureza, isso sim é que já podemos evitar, tenho pesquisado acerca do óleo de neem e outros produtos de combate ás pragas biológicos, se eles já existem que tal usarmos?O esterco curtido em vez de nitrogenio/amónia em adubo químico.
Os híbridos (F1) são bons mas têm um senão, se semearmos uma carteirinha de melões, depois de produzirmos os melões, se guardarmos as sementes deles, a próxima geração de melões não será boa como a primeira, eles degeneram , o que obriga a ter de comprar todos os anos novas sementes.

Comentar post

Lembrei-me de fazer este blog depois de várias pesquisas na net para tentar encontrar soluções para alguns problemas que estava a encontrar. Depois da casa veio a horta; é muito bom ter onde ocupar os tempos livres, mas isto sem demasiado trabalho, o que leva aos tais problemas: sistemas de rega por aspressão e gota a gota, plantação, poda e tratamento de árvores de fruto, adubagens e tratamentos com químicos. Para além disto, gosto de morangos, mas é preciso saber como os tratar. Na net não há muitas coisas sobre isto, há quem faça e venda, mas não quem ensine a fazer e daí o blog. Quero que seja como um diário onde ao longo do ano eu vá mostrando o que vou fazendo. Pode ser que também consiga encontrar alguém que me ajude com algumas dicas. Mail do blog diariodahorta@sapo.pt.

.pesquisar

 

.Março 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Dia de limpezas

. Espinafres

. Enxertia

. Farrusca

. Casa da lenha

. Tremocilha

. Couves

. Tempestade de 19 de Janei...

. Morangueiros

. Cebolo

.arquivos

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. abóboras(2)

. abóboras meninas(1)

. agriões(2)

. alface(1)

. alface de inverno(1)

. alface romana(1)

. alfaces(5)

. alfobre de couve lombarda(1)

. alfobre de morangueiros(1)

. alfobres(6)

. alhos(1)

. alhos franceses(3)

. ameixieira(3)

. ameixoeira(1)

. amoras(2)

. amoreira(1)

. amoreira em árvore(1)

. ano novo(1)

. árvores de fruto(6)

. àrvores de fruto(1)

. àrvores podadas(1)

. as primeiras culturas do ano(1)

. aspersores de rega(1)

. batata(1)

. batata agria(1)

. batata astérix(1)

. batata e cebolo(1)

. batatas(5)

. batateiras(5)

. beringelas(2)

. beringelas e curgetes(1)

. brócolos(1)

. bróculos(1)

. calda bordalesa(2)

. calendário de culturas - dezembro(1)

. calendário de culturas - fevereiro(1)

. calendário de culturas - janeiro(1)

. calendário de culturas - novembro(1)

. calendário de sementeiras 1ª parte(1)

. calendário de sementeiras 2ª parte(1)

. calendário de sementeiras 3ª parte(1)

. casa da lenha(1)

. cebolas(1)

. cebolas e alhos(1)

. cebolinhas(3)

. cebolo(4)

. cenouras(4)

. cerejeira(1)

. chuva de inverno(1)

. clementina(1)

. clementinas(1)

. cobertura para lenha(1)

. cobertura térmica(2)

. companheiro(1)

. companheiros(1)

. companheiros de horta(1)

. compostor(1)

. computador de rega(1)

. couve(1)

. couve chinesa(2)

. couve de bruxelas(1)

. couve lombarda(1)

. couve roxa(1)

. couve-flor(1)

. couves(6)

. couves chinesas(2)

. crivado das pereiras(1)

. curgetes(4)

. endívias(2)

. enxertia(3)

. espargos(14)

. espinafres(6)

. estufa(2)

. favas(7)

. faveiras(5)

. feijão de empa(3)

. feijoeiros(6)

. framboesas(2)

. gatinhos(2)

. geada(2)

. larangeira(2)

. laranjeiras(5)

. lepra dos pessegueiros(2)

. limoeiro(3)

. melancias(7)

. meloas(5)

. milho doce(3)

. mini-tigre(2)

. morangos(7)

. morangueiros(9)

. nabiça portuguesa(2)

. nabos(4)

. pepinos(2)

. pimentos(2)

. poda de árvores(2)

. rábanos(2)

. relva(2)

. roseiras(2)

. sacha(2)

. tomateiros(12)

. todas as tags

.links

.subscrever feeds